terça-feira, 23 de agosto de 2016

Após forjar sequestro, mãe confessa que afogou e esquartejou bebê

Babá presa
 A babá Renata Cerqueira, que denunciou no sábado (20/08) o sequestro do próprio filho, em Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, foi presa na segunda-feira (22) após confessar ter escondido o corpo do bebê de dois meses, horas depois de ele ter sido achado dentro de uma panela de pressão, na casa dela. Segundo a mãe, a criança morreu afogada em uma banheira.

Inicialmente, a mãe falou em depoimento que a criança morreu afogada em uma banheira. Depois, ela mudou a versão e confessou à policia ter cometido o crime. Renata diz ter matado o filho na tarde de sábado (20), quando afogou em um vaso sanitário e dividiu o corpo da criança em partes.
 

"Segundo Renata, a mãe da criança, ela informa que a criança morreu de forma acidental, ela demonstra que não estava satisfeita com o relacionamento que ela mantinha com o pai da criança. Isso talvez possa ser o motivo da criança ter morrido. Ela não demonstra frieza, ela demonstra que não está muito bem das faculdades mentais", diz o delegado Delmar Bittencourt. Renata está detida na delegacia de Eunápolis.
 
Depois de dois dias de buscas, a criança foi achada morta. Segundo a polícia, o bebê foi achado morto em avançado estado de composição pela patroa de Renata, que tinha ido à casa da funcionária, por causa do desaparecimento do filho dela, na segunda-feira. Conforme Valéria Chaves, responsável pela 23° Coordenadoria Regional de Eunápolis, quando a mulher chegou na casa da funcionária, a porta estava encostada e, por isso, ela resolveu entrar.
 
"Ao chegar no imóvel que estava vazio e com a porta aberta, a patroa de Renata começou a sentir um mau cheiro e investigou de onde vinha o odor. Quando ela abriu a panela de pressão, viu o corpo de um bebê e chamou a polícia. A mãe não estava na casa, pois haveria um protesto na cidade por conta do desaparecimento da criança", relatou Valéria.
 
Sequestro
Segundo a Polícia Civil, quando denunciou o suposto sequestro do filho, ela contou que a criança estava na sala de casa, dormindo em um carrinho, quando foi levada. Testemunhas informaram à polícia que uma mulher saiu da casa com a criança e fugiu do local em um carro.
 
Segundo o delegado plantonista Wendel Ferreira, ela contou que estaria nos fundos da casa, lavando roupas, e por conta do barulho do som na casa dos vizinhos, só percebeu o crime quando a avó do bebê chegou na casa e procurou a criança.
 
De acordo com as testemunhas ouvidas pela polícia, a mulher que teria levado o bebê tinha estatura mediana, pele morena e cabelo preso em um coque.
A criança morava com a mãe. O pai do bebê mora em outro local e já foi ouvido pela polícia, que descartou a participação dele no crime. Imagens de câmeras de segurança da região serão solicitadas pela polícia para ajudar na investigação.
 
Informações do g1 e foto  Reprodução/TV Santa Cruz

Policiais da 1ª Coopin prendem seis pessoas com armas e drogas

Arma e droga
 Durante uma ação no combate ao crime organizado em Feira de Santana resultou na prisão de quatro adultos e na apreensão de dois adolescentes, no bairro Rua Nova, Na tarde desta segunda-feira (22/08).

A ação foi realizada por policiais civis da 1ª Coordenadoria e tinha como intenção combater o tráfico de drogas. Entre os presos estão Vinicius Ferreira Morais, de 22 anos, Genivaldo Souza Santana, 20, Alan Cardec dos Santos, 39, e Givanildo Borges Souza,31, além dos adolescentes. Com os acusados a polícia encontrou maconha, pinos com cocaína, duas balanças de precisão, uma quantia de dinheiro e um revólver calibre 38.
O delegado João Rodrigo Uzzum relatou polícia chegou até os acusados através de informações do serviço de inteligência. Ele disse também que está sendo investigada uma possível participação deles na chacina que aconteceu no último domingo.
 
Uzzum explicou também que o objetivo das ações que estão sendo realizados é no combate ao crime e também para elucidar a chacina do ultimo fim de semana. O delegado deixou claro para a população que pode confiar nos trabalhos policiais e que “em breve os assassinos serão presos”.
 
De acordo com o delegado a maioria dos acusados já tem passagem pela polícia e as investigações prosseguem.

Moradores e motoristas tapam buracos com barro na BA- 878 que liga Santo Amaro a Cabuçu

Tapa buracos
 Cansados de esperar por uma definição sobre a recuperação da BA-878, rodovia que liga Santo Amaro as praias de Cabuçu e Bom Jesus dos Pobres em Saubara, os motoristas e moradores da região se uniram para tapar os buracos com barro. Eles temem que um acidente grave possa acontecer, por isso decidiram chamar a atenção das autoridades para o problema.

O funcionário público estadual N.G, que mora há mais de 30 anos em Saubara, disse que a situação está insustentável. “Nós estamos transportando barro com uma pick-up e utilizando outras ferramentas para fazer os reparos. A BA está em péssimas condições e se tornou intrafegável”, comentou.
 
O barro é colocado na rodovia diariamente, mas pouco adianta porque não é o material adequado. “Mesmo parecendo insuficiente, fazemos isso porque estamos preocupados com a vida de pessoas inocentes, sabendo que um acidente fatal pode acontecer a qualquer momento”, frisou.
Segundo Luiz Carlos Oliveira, nenhuma autoridade toma providências. “O trecho está totalmente abandonado e nós estamos insatisfeitos com essa situação. O Governo do Estado deveria se mobilizar para atender à população”, comentou.
 
“Esperamos que, dessa forma, possamos chamar a atenção das autoridades constituídas de fato e de direito, para que se preocupem com a vida das nossas famílias. O final de ano se aproxima e a pista tem grande movimento, já que a maioria dos condutores que residem em Feira de Santana e Salvador tem casa em Cabuçu, e Bom Jesus”, ressaltou o motorista Valeriano.
Lucas Abdala, vice-presidente da CT Recôncavo, disse que todos os dias fica compartilhando informações no Facebook com o objetivo de chamar a atenção do governo do estado.
 
“Eu gostaria que o governador Rui Costa, olhasse para a pista que liga Santo Amaro – Saubara, a gente já paga o IPVA caro para manutenção das estradas e tomamos prejuízos com pneus e suspensão. O trecho que compreende Saubara - Bom Jesus está recuperado pelo município de Saubara, agora falta no outro trecho que pertence a Santo Amaro. A gente quer que o prefeito de Santa Amaro fique sensibilizado", declaou.
O barro jogado na pista para fazer o tapa-buraco não dura muito tempo, segundo os moradores. “O máximo que pode chegar é até três meses. O governo do estado sinalizou em recuperar a pista até o final de setembro, mas a gente não pode esperar”, pontuou Lucas.
 
Informações e fotos de Ed Santos do Acorda Cidade

Vitimas da chacina da Portelinha são identificas pela polícia

Local do crime
 Os cinco homens assassinados no ultimo último domingo (21/08), na localidade Portelinha, no bairro Pedra do Descanso e que chocou a todos em Feira de Santana, já foram identificados pela polícia.

São eles: Anderson Freitas dos Santos Viana, 18 anos, que morava no bairro Campo limpo; Gilvanicio Almeida de Oliveira, 21anos, que morava no George Américo, Alefe Batista da Silva, que também residia no Campo Limpo, Ian Lucas da Silva Pio, 16anos, que residia no conjunto Bom Viver, e Jânio Ricci Rebelo, 37, que morava no Campo Limpo.
A chacina aconteceu em uma residência na Rua B, por volta das 4h da manhã. Os moradores do bairro disseram que o grupo que praticou o crime era composto por pelo menos dez pessoas. O grupo usava armas pesadas tipo Fal calibre 762, AK-47 e pistolas ponto 40.
 
De acordo com o que já foi apurado pelo coordenador regional da 1ª Coorpin, delegado João Rodrigo Uzzum, “as vítimas chegaram à residência em um veículo Fiat Uno, placa JKT-1277, para adquirir droga para consumo próprio no instante em que estava havendo um confronto entre traficantes e acabaram sendo assassinadas, possivelmente por serem confundidos como integrantes da facção rival”.
Ainda de acordo com João Uzzum, os suspeitos de terem cometido a chacina já foram identificados pela polícia, mas os nomes estão sendo mantidos em sigilo para não atrapalhas as investigações. 
 
 Segundo ele, o crime foi motivado por disputa por tráfico de drogas. “Boa parte dos suspeitos já estão identificados e ações de inteligência já estão sendo desenvolvidas para a elucidação do crime. Foi levantada a vida pregressa das vítimas, dois tinham passagens pela polícia, mas vamos ressaltar que todas realmente tinham participação no comércio do tráfico de drogas”, disse o delegado ao Acorda Cidade.
Um dos alvos dos autores da chacina, segundo o delegado era Marcos Raniel da Cruz, que foi baleado e está internado no Hospital Geral Clériston Andrade.
 
“Raniel foi atacado em outra residência - uma casa em que inclusive os antigos moradores foram expulsos por traficantes da Portelinha. Os indivíduos utilizaram explosivos na porta e adentraram na casa, no entanto, eles fugiram e na troca de tiros Raniel foi atingido. Foram encontradas cápsulas de munição de grosso calibre, ponto 40 e calibre 762 curto utilizado no fuzil AK-47 de fabricação russa, e também foram recolhidos fragmentos de munição nas paredes demonstrando que foram usadas várias armas de grosso calibre”, informou Rodrigo Uzzum.

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Disputa entre facções criminosas motivou chacina em Feira de Santana

Ação da polícia
 A Polícia Civil  aponta que a disputa entre duas facções criminosas motivou a chacina que deixou cinco mortos no bairro Pedra do Descanso, em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 quilômetros de Salvador, na madrugada de domingo (21/08).

Segundo as investigações, um jovem de 24 anos que ficou ferido era o principal alvo dos atiradores. Ele foi atingido no abdômen e está internado no Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana. Não há detalhes do estado de saúde dele. Segundo a polícia, os autores do ataque tentaram invadir a casa da vítima, que é situada na mesma rua onde ocorreu o crime. Eles usaram uma dinamite na entrada da casa.
Três entre os cinco homens mortos já foram identificados. As vítimas são dois jovens de 18 e 21 anos, sem antecedentes criminais, e um de 23 anos, com passagem na polícia por roubo em 2011. Trata-se de Anderson Freitas dos Santos Viana, Gilvanicio Almeida de Oliveira, Alefe Batista da Silva, com endereços não divulgados.
 
Familiares dos outros dois mortos compareceram ao Departamento de Polícia Técnica (DPT), porém por não terem apresentado documento, será realizada identificação por meio de impressões digitais.
"A polícia já iniciou as investigações logo no instante que soube do fato. Não há dúvida para a Polícia Civil de que se trata de uma disputa pelo tráfico de drogas da localidade, disputa essa que já perdura há algum tempo, já ocorreram outras mortes, e as investigações já apontam para parte dos autores, já temos alguns nomes e estamos já com a expectativa de logo prender esses indivíduos", disse o delegado responsável pelo caso, João Uzum.
 
Crime
O crime ocorreu por volta de 5h na Rua B, no Loteamento Bela Vista, conhecido popularmente como “Portelinha”. No ataque, dois homens de 18 e 20 anos conseguiram fugir e um de 24 anos ficou ferido.
 
Segundo a polícia, os dois homens que fugiram contaram que chegaram ao local em um carro, acompanhado das vítimas, para comprar cocaína, quando foram abordados por vários homens não identificados armados, um deles com um fuzil. Foi ordenado que saíssem do carro e deitassem no chão, onde as vítimas foram baleadas, a maioria com tiros na cabeça. Os dois sobreviventes saíram correndo do local e fugiram por um matagal.
Dois imóveis do bairro foram alvos de tiros e as marcas podem ser vistas nas paredes e portões das casas. Parte das telhas e a porta de um dos imóveis foram danificadas. Segundo moradores, o grupo que atirou nas vítimas jogou uma dinamite na entrada da casa.
 
A polícia aponta que um dos imóveis era usado como ponto de venda de drogas pela organização criminosa que domina a localidade. O grupo inicialmente explodiu o portão com o objetivo de matar os homens que estavam no interior da casa e fugiram pelos fundos. Depois teria chegado no local o carro em que as vítimas mortas estavam.
 
Informações do g1 

Chacina: cinco homens são assassinados a tiros em Feira de Santana

Local do crime
 Cinco homens ainda não identificados pela polícia foram assassinadas a tiros na localidade conhecida como Portelinha, no bairro Pedra do Descanso, em Fera de Santana, na madrugada deste domingo (21/08).

Segundo testemunhas, o grupo, que praticou o crime, era composto de pelo menos dez pessoas. O grupo, ao que tudo indica, usava armas pesadas tipo Fal calibre 762, AK-47, pistolas ponto 40, entre outras.
Ainda segundo as testemunhas, os assassinos atacaram duas casas e disparam muitos tiros. Em uma das casas os matadores usaram bombas e a porta de ferro foi arrancada do local.
 
Os crimes aconteceram em via pública, em frente a uma residência. Todas as vítimas foram homens, a maioria com idade entre 18 e 30 anos.
Agentes do Departamento de Polícia Técnica e da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estiveram no local dos crimes, sob o comando do delegado José Geraldo Vilaboim. Ainda não há informações sobre o motivo e a autoria dos assassinatos.
 
Fotos Marcos Valentin 

DRFRV prende homem acusado de ser o maior receptador de carros roubados de Feira

Carro roubado
 Um homem apontado pela Polícia Civil como o principal receptador de carros roubados de Feira de Santana foi preso, na quinta-feira (18), naquela cidade, por equipes da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV/Salvador), com apoio da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR/Feira).

As investigações da DRFRV sobre o roubo de um automóvel Renault Logan, em Salvador, levaram os policiais até uma oficina mecânica, no bairro Galiléia, em Feira, cujo proprietário é Renato Simões Medeiros, o Gringo. No estabelecimento, além do Logan, foram encontradas diversas placas de veículos.
Renato foi autuado em flagrante por receptação e foi encaminhado ao sistema prisional. De acordo com a polícia, ele já responde a diversos processos e possui condenação por receptação, associação criminosa e adulteração de sinal identificador de veículos.
O material apreendido foi encaminhado para exames periciais no Departamento de Polícia Técnica (DPT).